O Ceará recebeu em 2011 investimentos privados de R$ 102,4 milhões, contando somente os valores relativos às empresas que já se instalaram no Estado em 2011

Os novos empreendimentos geraram 9.629 postos de trabalho. Já para este ano está prevista a criação, inicialmente, de 2 mil novos postos de trabalho somente nas empresas que deverão iniciar a produção ainda este ano.

Apesar de o FDI garantir maiores incentivos fiscais para empresas que se instalarem em regiões mais distante da Capital, a maior parte dos investidores que se instalaram, que estão em processo de instalação ou que ainda vão se implantar pleiteiam localizações na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF): Fortaleza, Itaitinga, Maracanaú, Pacatuba, Pacajus, Horizonte, Aquiraz, e Eusébio. Além destes, os municípios de Sobral, Iguatu, Itapajé e Jaguaribe também estão sendo visados. Os protocolos de intenção de empreendimentos, quando aprovados, têm prazo de vigência de até dois anos, segundo informou a Adece.

O município de Sobral, dentro desenvolvimento, vem com importantes Atualmente o Município parceria com o Governo do Estado e montadora de veículos TAC Motors, para instalação de um parque fabril no Ceará, tendo Sobral como sede. O investimento é R$ 200 milhões. A montadora deverá gerar de 500 e 700 empregos entre diretos e indiretos.

A fábrica será construída com uma expectativa de aumento gradativo na produção, até chegar à meta de três mil carros ao ano. No evento, a empresa apresentou o primeiro lançamento da TAC para 2012, a versão final do seu modelo de veículo especial de inteligência, vigilância e reconhecimento, denominado Stark IRV, que será produzido no Estado.

O jipe possui, segundo a empresa, alta tecnologia embarcada, tendo sido desenvolvido em parceria com a empresa israelense IAI Elta, líder mundial no desenvolvimento e produção de sistemas de defesa.

“O veículo foi projetado como uma ferramenta de inteligência para apoiar a ação tática forças policiais e militares em atividades contra o narcotráfico, contrabando de armas, monitoramento de fronteiras, segurança de massas e outras necessidades de segurança interna”, informou a assessoria de imprensa da TAC.

“Em 2012, com o parque fabril no Ceará, a plataforma do Stark ainda será explorada para o lançamento de vários outros modelos visando nichos de consumidores que necessitam ou valorizam as características fora-de-estrada do veículo”, adiantou a empresa.

A TAC Motors volta sua produção a veículos especiais para nichos do mercado automotivo, como o off-road. A montadora nasceu em 2001 a partir da criação de um veículo conceito apresentado no Programa Automotivo Catarinense, criado pela Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc).

O primeiro protótipo foi apresentado ai público em 2004 e, para desenvolver um veículo comercial através deste protótipo, um grupo de empreendedores se uniu pra criar a empresa.

Com informações do Diário do Nordeste

COMPARTILHAR