Publicado em: 10/08/2017

Oscar Rodrigues admite que poderá ser candidato

20708039_1424381917646939_4449323441204006228_n

Eram umas dezesseis horas de ontem, quando no Beco do Cotovelo, “merendavam” no Chico Loiola, o “cap-mor” do Centro Universitário UNINTA, o fiel escudeiro Daniel e o professor Tiago. Como não poderia deixar de ser o encontro do presidente do PMDB sobralense com a coluna rendeu um bom bate papo e a certeza de que Oscar Rodrigues vai pra luta, se necessário for, agora e daqui a dois anos. Sobre postulação a deputado estadual voltou a enfocar que “o nosso partido tem vários nomes” e lançou uma novidade.

HERMENEGILDO – na concepção de Oscar Rodrigues o ex-vereador Hermenegildo é um bom nome para deputado estadual como também não descarta a possibilidade de dois filhos candidatos. ” Pode entrar uma outra pessoa de representatividade significativa. No tempo certo vamos resolver o assunto” comenta.

TEMPO- diante a indagação de como vai arranjar tempo para pedir votos pra deputado estadual com a carga de trabalho que tem foi enfático: ” Estar na política não significa que eu vou abandonar o Centro Universitário ” enseja. E disse mais que ” nós temos de trabalhar com inteligência e fé em Deus”.

ANORMAL – quando instado a se reportar sobre o pleito passado Oscar Rodrigues diz textualmente.” Não houve normalidade na eleição de Sobral “.Sobre erros que poderiam ter incidido na derrota de Moses fala que o grupo trabalhou bem e que está lutando para provar “que a eleição foi alterada”.

PREFEITO – sobre uma nova candidatura de Moses a prefeito de Sobral foi incisivo.” Por mim ele seria candidato de novo, mas o Moses vê que tem grandes possibilidades de crescer em Brasília” atesta. Para Oscar Rodrigues a oposição tem sim de ter um candidato e ” esse candidato tem que trabalhar pra mudar Sobral. O maior problema da estagnação de Sobral é a prefeitura” avalia.

CANDIDATO – tudo em que OSCAR RODRIGUES se meteu deu certo, e o sonho de virar prefeito de Sobral ainda “mora” na cabeça de Oscar Rodrigues. A resposta foi seca e na “lata”. ” É possível. Eu posso ser candidato” concluiu.

T-108179