Nos últimos cinco anos, o Juventude Empreendedora já beneficiou 2.250 pessoas, em 45 municípios - Foto: Divulgação

A Secretaria do Trabalho e De­senvolvimento Social (STDS) realiza hoje, quinta-feira, 1º, às 10h, a assinatura dos termos de compromisso e responsabilidade do Projeto Juventude Empreendedo­ra com os municípios contemplados para este ano. Em sua 6° edição, o projeto contemplará os municípios de Barreira, Canindé, Capistrano, Itaitin­ga, Itapajé, Itapipoca, Quixadá, Quixe­ramobim e Trairi, beneficiando mais 450 jovens.

O projeto executado pela STDS, por meio do Instituto de Desenvolvi­mento do Trabalho (IDT), compreen­de quatro etapas. Em todas as fases, trabalha comportamentos e condutas voltadas para a gestão empreendedo­ra e a comercialização da produção. Na última etapa, a ação apresenta aos jovens caminhos para o mercado de trabalho, além de promover a orien­tação da criação de negócios individu­ais e coletivos.

Nos últimos cinco anos, o Juven­tude Empreendedora já beneficiou 2.250 pessoas em 45 municípios. “A capacitação favorece o desenvolvi­mento de valores de responsabilida­de social e de cultura empreendedora na formação desses jovens, além de integrá-los na sociedade e prepará­-los para o mercado de trabalho”, des­taca o titular da STDS, Evandro Leitão.

Mercado de Trabalho

O objetivo do Juventude Empreen­dedora é garantir a formação básica dos jovens, bem como qualificá-los profissionalmente, proporcionando vivências práticas de intervenção so­cial na sua comunidade e encaminha­mento para o mercado de trabalho. O projeto tem carga horária de 520 ho­ras, distribuídas em oito meses.

Para participar do Projeto Juven­tude Empreendedora é preciso ter entre 17 e 24 anos, renda per capita familiar menor ou igual a meio salário mínimo, estar matriculado no 3º ano do Ensino Médio ou já ter concluído os estudos em escola pública e per­tencer à família cadastrada no CadÚ­nico.

Assessoria de Comunicação da STDS

COMPARTILHAR