De acordo com o taxista Gerardo Feijão, existe pouco espaço para o grande fluxo de veículos que circula pelas ruas do centro. Avanço de sinais, ultrapassagens pela direita e pedestres que cruzam as ruas fora da faixa são apenas alguns dos problemas que acontecem no trânsito de Sobral na avaliação do taxista.

A fiscalização deficitária por parte dos agentes de trânsito também é alvo de críticas dos motoristas. “Quando os agentes estão no centro, o trânsito flui com mais facilidade. Eles intensificam a fiscalização em um dia e no outro desaparecem. Aí não adianta”, reclama Feijão.
Nos fins de semana acontece um aumento considerável no número de acidentes, principalmente, envolvendo motociclistas. Para o mototaxista Emanuel Sousa, a principal causa dos acidentes é a combinação do excesso de velocidade com álcool. “Durante a semana nem tanto, mas quando chega sexta-feira… aí é demais”, alerta o mototaxista.
A reportagem do Sobral News procurou o coordenador Everardo Soares, da Coordenadoria de Trânsito e Transporte Urbano de Sobral (CTTU), para responder às críticas, mas ele não foi encontrado na sede do órgão e até o fechamento desta edição, o coordenador não atendeu as ligações feitas para o seu celular.

 

Marcos Mesquita
marcos@sobralnews.com.br

COMPARTILHAR