Por Edwalcyr Santos

Trata-se de um equipamento de primeira linha usado pelos principais clubes de futebol do mundo e do Brasil, que não existia ainda em Sobral. Veio substituir uma máquina ultrapassada com quase 20 anos de uso. O novo modelo, além de recolher os resíduos, processa o corte de nível da grama, diferentemente do corte seco feito por outras máquinas tradicionais.

A aquisição da máquina, segundo o diretor de Futebol do Guarany de Sobral, Júlio Manso, é parte do projeto de tratamento do gramado do Junco, que será acompanhado por um especialista em gramado que virá a Sobral dar treinamento aos funcionários do estádio. O tratamento será feito em quatro etapas, sendo a primeira a reposição de areia fina; a segunda, a irrigação, que será feita de duas a três vezes por dia; a terceira etapa, o corte do gramado, e por último, a colocação dos adubos químicos.

Além do trator, foi adquirida uma segunda máquina que irá garantir o trabalho correto de adubação, que antes era feito manualmente.

COMPARTILHAR