Por Jerfson Lins e Pedro Nobre
nomercado@sobralnews.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

Adeus caderneta!

Ainda é possível comprar no caderninho em algumas pequenas mercearias de Sobral. Contudo, a prática que teima em sobreviver ganhou concorrente de peso nos últimos anos.

Com a chegada das grandes redes de supermercados, criou-se, também, outro hábito junto ao consumidor sobralense: o uso do cartão de crédito nas compras de alimentos. A realidade é essa, de acordo com a Associação Cearense de Supermercados (Acesu), em todo o Ceará, onde mais de 50% das vendas feitas nestes estabelecimentos são feitas pelo cartão de crédito.

Baixando as portas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou ontem, 27, o estudo Demografia das Empresas 2010. De acordo com o estudo, a maioria das empresas sem pessoal assalariado encerrou suas atividades antes de completar três anos no mercado.

Das empresas sem pessoal assalariado que entraram no mercado em 2007, 54,7% tiveram que fechar as portas no terceiro ano. Entre aquelas com uma a nove pessoas assalariadas, esse percentual foi 29,7%. Já nas empresas com dez ou mais empregados, foi de menos de 20%.

Dentre as 464,7 mil empresas criadas em 2007, cerca de 353 mil (76,1%) mantiveram-se no mercado em 2008, 285 mil (61,3%) sobreviveram até 2009 e mais de 240 mil chegaram a 2010 (51,8%).

Alô de graça!

Entre o próximo dia 30 de agosto e outubro deste ano, será possível ligar de graça em qualquer telefone público. A boa novidade se deve a uma punição estabelecida pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) à operadora OI, que não cumpriu o plano de vistoria e reparos de orelhões. A medida atinge 2.020 cidades em todo o País.

No Brasil, a OI mantem cerca de 760 mil orelhões. Em 1740 municípios, as ligações de graça vão ser possíveis até 30 de outubro, nas demais, o prazo será maior, até o fim do ano. Os prazos variam em cada região conforme os problemas encontrados no serviço prestado pela OI. A gratuidade é válida apenas para ligações locais, dentro da mesma cidade, para telefones fixos.

Confiança aumenta

Parece que a fase mais sombria para a indústria brasileira está chegando ao fim. O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) divulgou que o Índice de Confiança da Indústria (ICI) aumentou 1,4%, alcançando 104,1 pontos. É o maior índice desde julho de 2011, mas ainda abaixo da média histórica de 105,5 pontos.

Já a satisfação das indústrias com a situação atual dos negócios aumentou 5,2%, com relação ao mês anterior, ao chegar em 112,2 pontos. O total de empresas que consideram a situação atual como boa aumentou de 22,0% para 24,4% do total, enquanto as que a avaliam como fraca, caíram de 15,3% para 12,2%. 51,9% das empresas consultadas esperam melhora nos negócios nos próximos meses, enquanto os pessimistas são 8,7% do total.

Prêmio

Termina sexta-feira, 31 de agosto, o prazo para as empresas que criaram processos, tecnologias e estratégias inovadoras para seus negócios se inscreverem na segunda edição do Prêmio Nacional de Inovação, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Instituto Euvaldo Lodi (IEL) e Movimento Brasil Competitivo (MBC).

Para cada categoria, há três modalidades: uma para empresas com receita bruta anual até R$ 3,6 milhões; outra para as que têm receita bruta anual de R$ 3,6 milhões a R$ 16 milhões; e uma terceira para as empresas com receita bruta anual acima de R$ 16 milhões. Para participar, as empresas precisam estar com projetos inovadores em execução por, no mínimo, seis meses. As inscrições podem ser feitas no site www.premiodeinovacao.com.br ou pelos telefones: (85) 3421 6515 e 3421 6517.

Varejo

Seguro
A partir de novembro, todas as rescisões de contrato de trabalho deverão utilizar o novo modelo do Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT) instituído pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A partir de 1º de novembro, rescisões feitas em outros modelos não serão aceitas pela Caixa Econômica Federal para liberação de Seguro Desemprego e da conta do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Vaia do dia
E a vaia de hoje vai para os donos de buffets de Sobral que não respeitam o descanso da vizinhança. Não são raros os eventos se estenderem até altas horas da madrugada, com som nas alturas. O pior de tudo é a falta de isolamento acústico de alguns estabelecimentos, fato que garante insônia para os moradores das residências próximas.

 

COMPARTILHAR