A alternativa para quem quer concluir os estudos, a modalidade de ensino Educação para Jovens Adultos (EJA) tem hoje mais de 3,4 milhões de alunos no país. São estudantes que, por diferentes motivos, tiveram de abandonar a sala de aula e agora retornam em busca de melhores oportunidades e colocação no mercado de trabalho.

Não há idade limite para voltar a estudar. Exemplo disso é a história da Renata Santos, de 38 anos, que no ano passado retomou a rotina com livros e cadernos. Agora em agosto, ela se forma no Ensino Médio e já tem planos de cursar a faculdade de Enfermagem.

O caminho até voltar à escola foi longo. Aos 25 anos, Renata ainda cursava a oitava série do Ensino Fundamental. Como não tinha mais a idade padrão para a série que frequentava, assistia às aulas em uma turma separada. Trabalhava fazendo faxinas e não conseguia conciliar as duas atividades.

Precisou priorizar o emprego, e abandonou os estudos. Apesar disso, Renata sempre manteve o sonho de voltar para o mundo dos livros e do conhecimento. Até que ficou sabendo das bolsas do Educa Mais Brasil para a modalidade EJA.

O Educa Mais Brasil oferece bolsas de estudo de até 70% para Ensino Básico, Graduação, Pós-Graduação, Cursos Técnicos e Profissionalizantes e Educação Jovens e Adultos (EJA), entre outras. São bolsas destinadas a estudantes que não podem pagar uma mensalidade integral. As inscrições para o programa são gratuitas e podem ser feitas através do site www.educamaisbrasil.com.br

COMPARTILHAR